Notícias
ARNALDO JARDIM PARTICIPA DE SEMINÁRIO EM ORLÂNDIA
Encontro realizado em Orlândia

Publicado em 15/08/2015

Evento foi para discutir a Atualização sobre Influenza Aviária no Estado

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, participou, no dia 6 de agosto, do Seminário de Atualização sobre Influenza Aviária, realizado em Orlândia. O objetivo foi discutir os riscos de introdução e disseminação do vírus na avicultura do Estado, devido às ocorrências no plantel avícola em países do continente americano e asiático.

O evento foi organizado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, com o apoio da Associação Paulista de Avicultura (APA), Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (FAESP).

Participaram do encontro, profissionais da área, pesquisadores, produtores e representantes do setor dos municípios que fazem parte dos Escritórios de Defesa Agropecuária (EDAs) de Araraquara, Barretos, Franca, Orlândia, Ribeirão Preto e Jaboticabal. Também participou uma comitiva de Ituverava.

Terceira atividade econômica
A avicultura de São Paulo (corte e postura) é a terceira atividade do agronegócio paulista, atrás apenas da cana-de-açúcar e carne bovina. Em função desta importância, o Estado estabeleceu o Plano de Prevenção da Influenza Aviária que foi apresentado por Fernando Gomes Buchala, médico veterinário da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), que coordena os trabalhos do comitê instituído pelo governador Geraldo Alckmin.

“Nos Estados Unidos já são 222 focos, com mais de 48 milhões de aves atingidas pela doença, causando elevação no preço dos ovos e da carne de frango”, explica Buchala.

Secretário já havia falado sobre assunto à Tribuna de Ituverava
Na última vez em que esteve em Ituverava, no dia 20 de julho, o secretário Arnaldo Jardim já havia adiantado, em entrevista à Tribuna de Ituverava, a sua preocupação com a questão. “Acompanhei o governador Geraldo Alckmin em um encontro com a ministra de Agricultura [Kátia Abreu], quando discutimos vários assuntos, sendo um deles o principal: a influenza aviária, perigosa doença que pode vir a incidir em nossa avicultura”, disse Jardim, na ocasião.

“Pedimos, na ocasião, para que o Ministério reforce seu trabalho em portos e aeroportos, pois esta é uma incumbência do Governo Federal, e estas áreas podem ser consideradas os locais por onde a doença pode entrar no Brasil”, ressaltou.
O presidente do Sindicato Rural de Ituverava, Gustavo Ribeiro Rocha Chavaglia, fala sobre o encontro. “Para este evento todos os Escritórios de Defesa Agropecuária (EDAs) do Estado de São Paulo foram acionados, bem como as associações de avicultores, sindicatos, frigoríficos e demais entidades envolvidas direta e indiretamente, para que se busque uma maior prevenção a fim de evitar que os criatórios (granjas) não sejam vítimas deste perigoso vírus”, diz.

“Verifico a necessidade dos produtores rurais através dos sindicatos e das associações em difundir e preparar as propriedades produtoras avícolas, de acordo com as diretrizes determinadas pela secretaria de agricultura do estado de São Paulo , afim de diminuir os riscos sanitários”, finaliza.

Números
De acordo com o Instituto de Economia Agrícola (IEA), o Estado de São Paulo liderou a produção de ovos em 2014, com 851,3 milhões de dúzias, cerca de 30% do total nacional, sendo que a cidade de Bastos é a maior produtora do Estado e do Brasil, respondendo por 40% da produção estadual e por 15% da produção nacional.

São Paulo exportou 308,5 mil toneladas de carne de frango em 2014, número 7,3% maior que a do ano anterior, com valores de US$ 556,4 milhões, superior em 5,45%, em relação a 2013; o Estado é o maior exportador nacional de material genético (ovos férteis de galinha).

Estão cadastrados no Estado (dados do Gedave): 3.095 estabelecimentos de frangos de corte; 421 de postura comercial; e 277 de reprodução (fornecedores de materiais genéticos).

Fonte: Tribuna de Ituverava

Sindicato Rural de Ituverava

Alameda Irineu Carvalho André, nº 52- Jardim Tropical II - CEP: 14500-000 - Ituverava-SP - Fone (16) 3839-7055

Horário de funcionamento: de segunda-feira à sexta-feira, das 08h00 às 17h00.